Skip to main content
 
Linha 41: Linha 41:
 
|}
 
|}
  
[[Imagem:SCP Futsal CN 2020.21 Mix.jpg|center]]
+
[[Imagem:SCP Futsal CN 2020.21 Mix.jpg]]
  
 
[[Categoria:Grandes Feitos do Futsal]]
 
[[Categoria:Grandes Feitos do Futsal]]

Edição atual desde as 10h30min de 27 de junho de 2021

Festa1futsal21.jpg

O Campeonato Nacional de Futsal da época de 2020/21 foi disputado nos moldes habituais, ou seja, com uma fase regular que apurava os oito primeiros classificados para os play-offs onde se decidia o Campeão.

O Benfica era o campeão em titulo pois tinha ganho na época de 2018/19 e o Campeonato seguinte tinha sido interrompido devido à pandemia covid 19, pelo que o Sporting já não ganhava esta competição há duas temporadas.

O primeiro "derby" da época disputou-se na 11ª jornada da fase regular, numa altura em que as duas equipas somavam 10 vitórias nos 10 jogos até aí disputados, pelo que o empate a 3 bolas que verificou no Pavilhão João Rocha manteve o Sporting na liderança, devido a uma diferença de golos superior à do seu velho rival.

No início da 2ª volta o Benfica empatou em Braga e o Sporting isolou-se no comando, mas na jornada seguinte os Leões cederam um empate em Porto Salvo nos últimos instantes da partida e depois de terem estado a ganhar por 4-2, pelo que o Benfica passou para a frente da classificação, mas com um jogo a mais.

Depois de acertado o calendário e de o Benfica ter cedido dois pontos em Portimão, chegou-se ao "derby" da 2ª volta que seria determinante para definir o 1º classificado da fase regular, com o Sporting em vantagem, pelo que o empate a uma bola que se verificou foi suficiente para a equipa liderada por Nuno Dias garantir a possibilidade de disputar em casa as eventuais "negras" dos play-offs.

Na fase decisiva do Campeonato o Sporting afastou o Portimonense e os Leões de Porto Salvo sem necessidade de se recorrer ao terceiro jogo, pelo que tivemos mais uma vez na Final o sempre apetecível confronto entre o dois grandes do Futsal português.

O Sporting que entretanto já tinha ganho a Taça da Liga, goleando na Final o Benfica por 6-2 e a UEFA Futsal Champions League, ia à procura de carimbar a sua melhor época de sempre e de contrariar a tradição de que em ano em que um clube português se sagrava Campeão Europeu, não conseguia ganhar o Campeonato Nacional.

Os Leões que estavam sem derrotas nesta época, começaram a Final da melhor maneira vencendo o primeiro jogo por 3-1, mas três dias depois no Pavilhão da Luz o Benfica conseguiu empatar num jogo em que o Sporting esteve a ganhar por 1-3 e 3-5, mas consentiu o empate por duas vezes, pelo que no fim foi necessário recorrer ao prolongamento onde o Benfica acabou por ser melhor, apesar da equipa de arbitragem ter permitido alguma agressividade excessiva aos jogadores encarnados, que por vezes roçou a violência.

O terceiro jogo foi o menos espetacular desta Final, com as duas equipas a sentirem que a vantagem, ou desvantagem, dali resultante, poderia ser decisiva pelo que as cautelas foram redobradas, mas à medida que o jogo se aproximava do fim com um empate a uma bola que já durava desde o minuto 9 da 1ª parte, o Sporting foi assumindo a iniciativa até que a cerca de 8 minutos do fim, Erick rematou ao poste e bola depois de bater no guarda redes do Benfica ultrapassou a linha de baliza antes de Roncaglio a ter travado. O árbitro considerou golo numa decisão muito difícil e contestada pelos benfiquistas, que novamente a perder assumiram imediatamente o 5 para 4, mas sem êxito.

O jogo decisivo ficou marcado para o Pavilhão da Luz com o Benfica obrigado a ganhar para chegar à negra e o Sporting disposto a mostrar de forma categórica porque é que era o Campeão da Europa. O Benfica adiantou-se no marcador aos 8 minutos, mas a resposta do Sporting demorou apenas um minuto e meio e foi uma resposta esmagadora com 3 golos em apenas 1 minuto e 4 segundos, que foram um violento murro em cheio nas aspirações benfiquistas que se esboroaram ali mesmo, embora ainda houvesse muito jogo para disputar.

O quarto golo do Sporting logo no início da 2ª parte, seguido do quinto ainda com quase 13 minutos para jogar, puseram o Benfica praticamente em KO, pelo que Joel Rocha já em desespero, voltou a recorrer ao 5 para 4 que o Sporting defendeu com mestria. Os encarnados ainda conseguiram reduzir a desvantagem com um golo onde Guitta não esteve à altura dos seus pergaminhos, mas seria de melhor guarda redes do mundo encarregar-se de repor a diferença, com um golo de baliza a baliza, a castigar os riscos assumidos pelo treinador benfiquista.

Ao contrário do que muitas vezes acontece, no final vencedores e vencidos respeitaram-se mutuamente e os benfiquistas reconheceram de uma forma digna a superioridade do Sporting, que com esta vitória o conquistou o seu 16º Campeonato Nacional, numa temporada em que ganhou tudo o que havia para ganhar.

To-mane (discussão) 18h44min de 14 de junho de 2021 (WEST)


Data Jornada Jogo Resultado Ficha de jogo
Os Jogos da final
03-06-2021 Final SPORTING – SL Benfica 3 – 1 Ficha
06-06-2021 Final SL Benfica – SPORTING 7 – 5 (a.p.) Ficha
10-06-2021 Final SPORTING – SL Benfica 2 – 1 Ficha
13-06-2021 Final SL Benfica – SPORTING 2 – 6 Ficha

SCP Futsal CN 2020.21 Mix.jpg